Condições do serviço de transporte marítimo

  1. Antes de comprar o seu/s título/s de transporte deve saber que “o portador do mesmo manifesta conhecer as condições gerais do transporte, designadamente as constantes deste título, aceitando-as expressamente”.

  2. Não são admitidas devoluções após adquirido o seu título, exceto no caso das que tenham sido requeridas com 15 dias de calendário de antecedência a respeito da data da viagem de ida, por escrito ao nosso correio eletrónico info@mardeons.com. Caso se trate de títulos já impressos, estes deverão estar em perfeito estado e ser depositados nos nossos pontos de informação.

  3. Não são admitidas alterações de hora ou data, exceto no caso daquelas requeridas com 3 dias de calendário de antecedência a respeito da data da viagem de ida, por escrito, ao nosso correio eletrónico info@mardeons.com. Para a mesma temporada, estas alterações estão sujeitas à disponibilidade de vagas na hora de requerer a alteração. Se se tratar de títulos já impressos, estes deverão estar em perfeito estado e ser depositados nos nossos pontos de informação.

  4. O título é nulo e não tem qualquer valor fora do dia e da hora indicado no mesmo.

  5. A perda ou extravio do título emitido na modalidade de ida e volta irá obrigar a proceder à aquisição de um novo, no valor total do mesmo.

  6. Nas viagens de ida e regresso, os barcos podem ser diferentes, a companhia fica obrigada a cobrir o serviço com um navio que cumpra a regulamentação, pudendo ainda realizar qualquer classe de escala intermédia.

  7. O passageiro deverá comparecer junto do navio 10 minutos antes da hora da partida e/ou regresso, portando o seu título de embarque.

  8. Não serão realizadas chamadas para o embarque, nem ao passageiro, mediante altifalantes ou dispositivos análogos.

  9. Deverá conservar o seu título em bom estado até a viagem finalizar. Aconselhamos protege-lo de temperaturas elevadas ou da exposição prolongada ao sol. A companhia não garante o serviço com títulos deteriorados ou ilegíveis.

  10. Os títulos adquiridos com algum desconto ou preço promocional sobre a tarifa ordinária não se encontram sujeitos a alterações ou devoluções.

  11. O título só poderá ser alterado por pessoal autorizado da empresa. Caso contrário, será nulo e sem valor.

  12. A companhia está facultada para alterar os horários anunciados e, inclusivamente, suspender e cancelar a viagem por exclusivos motivos de regime interno ou organizativos apreciados de maneira discricional, para além de por causas meteorológicas, ou de força maior.

  13. O viajante renuncia ao direito de reclamar danos e/ou prejuízos que possa provocar, ou que derivem do atraso no transporte, inclusivamente no caso de, por este motivo, vir a perder a ligação com outros transportes.

  14. Bagagem de mão máxima autorizada: 20 kg. por pessoa.

  15. A companhia não se responsabiliza pelas malas de mão e pertences do viajante em caso de perda ou subtração.

  16. Na sequência da aplicação de medidas de segurança, é proibido o transporte nas malas de mão dos seguintes elementos:

    • Carteiras ou pastas providas de sistemas de alarme.

    • Explosivos, munições, artigos de pirotecnia ou foguetes.

    • Gases (inflamáveis, não inflamáveis, intensamente refrigerados ou venenosos), tais como gás para campismo, oxigénio, propano e butano.

    • Líquidos inflamáveis, tais como combustíveis, tintas ou dissolventes.

    • Sólidos inflamáveis, tais como artigos de fácil ignição, substâncias sujeitas à combustão espontânea, substâncias que emitam gases inflamáveis ao contacto com a água.

    • Substâncias oxidantes, tais como soda ou peróxidos.

    • Materiais radioativos. Certas restrições são também aplicáveis às medicinas, artigos de toilete, neve carbónica, garrafas de oxigénio ou de anidrido carbónico para uso médico.

  17. No porto podem ser levados a cabo controlos de segurança dos passageiros e da sua bagagem antes de proceder ao embarque, com o subsequente levantamento de objetos cortantes ou de qualquer natureza que possam ser considerados perigosos. Para evitar os possíveis inconvenientes, aconselhamo-los a não transportar os referidos objetos.

  18. Lembre que, se viajar ao Parque Nacional M-T das Ilhas Atlânticas da Galiza, ou ao Espaço Natural da Ilha de San Simón, nenhuma delas possui caixotes do lixo, devendo, portanto, viajar com um saco para o lixo para depositar os resíduos que possa gerar. No regresso, encontrará contentores onde poderá depositá-lo.

  19. Para visitas ao Parque Nacional resulta procedente conhecer o regulamento aplicável, designadamente a Lei 15/2002 de declaração do Parque Nacional; a lei 42/2007 de Património Natural e Biodiversidade; o Decreto 274/99 que aprova o Plano de Ordenamento dos Recursos Naturais das Ilhas Atlânticas da Galiza, bem como os regulamentos incluídos no sítio da Rede de Parques Nacionais http://reddeparquesnacionales.mma.es

  20. Este título é exclusivamente de transporte marítimo. Se pernoitar no Parque Nacional ou outros destinos, o utilizador deverá tratar do alojamento diretamente antes de viajar.

  21. As falhas de leitura dos títulos de Transporte Metropolitano da Galiza representam a obrigatoriedade de adquirir um título simples, ou não subsidiado, uma vez que, a referida falha, se existir, não é da responsabilidade desta companhia naval, que nada tem a ver nem com a confeção, nem com a emissão.

  22. O meu animal de estimação, a bordo. Se quer viajar com o seu animal de estimação, lembre-se que é proibido viajar com ele ao Parque Nacional M-T das Ilhas Atlânticas da Galiza, Espaço Natural da Ilha de San Simón, ou outros serviços turísticos, exceto no caso dos cães-guia. Quanto à nossa linha regular Cangas/Vigo, é permitido viajar com animais domésticos de estimação desde que cumpram as seguintes recomendações: os cães ou gatos viajam na parte exterior do barco, no interior das suas jaulas ou cestas especiais fornecidas pelo viajante, as quais devem ser adaptadas para tal uso. Com carácter geral, o deslocamento destes animais é realizado sob a inteira responsabilidade dos seus proprietários, que irão viajar necessariamente no mesmo serviço que o animal. O animal deverá estar em boas condições físicas e higiénicas, sendo recomendável o uso do açaime no caso dos cães. O embarque e o desembarque do animal deverá ser realizado pelo seu proprietário, tentando que não haja pessoas nas proximidades, de maneira a evitar incómodos ou riscos que possam afetar o resto dos viajantes.